escudoESTUDIOS HISTÓRICOS ISSN: 1688-5317-Uruguay

 

 

 

EDICIÓN Nro. 12 Revista Digital. Julio 2014

 

 

 

 

 

 

 

A aplicação da legislação sesmarial em território brasileiro


Nelson Nozoe (Brasil)

 

 

 

Resumo: Neste artigo aprofundamos algumas considerações sobre o instituto jurídico das sesmarias, praticamente único meio de transferência legal de terras rurais do domínio público a particulares desde o início de nossa colonização até as vésperas de nossa Independência. Com base em documentos de natureza variada, fazemos síntese da legislação e, principalmente, levantamos algumas questões atinentes à sua aplicação em território brasileiro.


Palavras-chave: Brasil; legislação sesmarial; terras rurais; sesmarias.

 

Abstract: In this paper we deepen some considerations on the legal institution of sesmarias, practically the only means of legal transfer of rural land from the public domain to private individuals since the beginning of our colonization until the eve of our Independence. From documents of varied nature, we summarize the sesmarial legislation and mainly raise some issues relating to its application in Brazilian territory.


Keywords: Brazil; sesmarial legislation; rural land; sesmarias.

 

Currículo: Professor Livre-docente da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo – FEA-USP e do Programa de Pós-Graduação em História Econômica da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo – FFLCH/USP.

 

 

pdf

 

 


 

 

 

 

A prática da Capoeira enquanto patrimônio cultural: Trajetórias afrodescendentes e multiculturais no Brasil.

 

Silva, Jorge Silveira, Santos, Júlio Ricardo Quevedo dos, Milder, Saul Eduardo Seiguer (Brasil)

 

 

 

Resumo: O presente artigo procura compreender a prática da Capoeira enquanto Patrimônio Cultural em seu sentido lato, ou seja, de bens culturais construídos socialmente por diferentes grupos sociais em momentos distintos, os quais possibilitam que essa manifestação espontânea seja dinâmica e esteja em constante processo de ressignificação. Esse bem cultural, a Capoeira, trilhou os caminhos mais árduos e difíceis da cultura brasileira inicialmente e latino-americana na seqüência, pois como prática cultural dos afrodescendentes – num primeiro momento – foi marginalizada, excluída e criminalizada pelas elites escravistas e setores envolvidos ao longo dos séculos XVI-XIX, o que se reverteu no século XX quando foi adquirindo status e relevância na cultura brasileira. No entanto, desde o momento que as primeiras práticas capoeiristas foram inseridas no Brasil ela foi permanente na construção da cultura brasileira, o que favoreceu ao reconhecimento, a preservação e a valorização e um lugar de destaque da Capoeira como expressiva e representativa das manifestações culturais do Brasil, abrangendo todo o território nacional e em países do exterior, particularmente no Cone Sul da América Latina. Uma característica significativa deste patrimônio é o fato de que se trata de uma manifestação em espaços públicos e plurais de sociabilidade: as praças, as calçadas, as ruas, os terreiros, a beira mar. Nesses espaços ocorreu e ocorre a sociabilidade desta manifestação de origem afrodescendente, mas que gradativamente foi incorporando outros traços culturais e contribuições de grupos diferenciados, entre eles os indígenas, os portugueses e os orientais, transformando assim a Capoeira em prática Multicultural.


Palavras-chaves: História e Cultura Afro-brasileira – Capoeira patrimônio cultural – trajetórias afrodescendentes no Brasil.


Resumen: En este artículo se busca entender la práctica de la capoeira como Patrimonio Cultural en su sentido más amplio, esto es, bienes culturales socialmente construidas por diferentes grupos sociales en distintos momentos, que permiten esta expresión espontánea es dinámico y está en constante proceso de redefinición. Este bien cultural, Capoeira, pisó los caminos más arduos y difíciles de la primera cultura brasileña y latinoamericana en la secuencia, porque la práctica como cultural de ascendencia africana - al principio - fue marginado, excluido y criminalizado por las élites esclavistas y sectores involucrados sobre los siglos XVI-XIX, que se revirtió en el siglo XX cuando fue obteniendo el estado y la importancia en la cultura brasileña. Sin embargo, desde el momento en que las prácticas de los primero capoeiristas se insertaron en Brasil que estaba de pie en la construcción de la cultura brasileña, lo que favoreció el reconocimiento, la preservación y la apreciación, y una prominencia de Capoeira como expresiva y representativa de las manifestaciones culturales de Brasil, que cubre todo el territorio nacional de los países y en el extranjero, particularmente en el Cono Sur de América Latina. Una característica importante de este patrimonio es el hecho de que es una manifestación de los espacios públicos y plurales sociales: las plazas, las aceras, las calles, los metros, el mar. Ocurrió en estos espacios y la sociabilidad del evento se produce origen de ascendencia africana, pero fue incorporando progresivamente otros rasgos y contribuciones de los diferentes grupos culturales, incluidos los pueblos indígenas, portugueses y Oriental, transformando de este modo la práctica de Capoeira Multicultural.


Palabras clave: Historia y Cultura Afro -Brasileña - patrimonio cultural Capoeira - trayectorias afrodescendientes en Brasil.


Currículo: Silva, Jorge Silveira: Bacharel em Educação Física pela FAMES, Pós graduando em Educação Física Escolar pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); Mestrando no PPG Mestrado Profissional em Patrimônio Cultural pela UFSM. Santos, Júlio Ricardo Quevedo dos: Docente do Departamento de História e dos PPGs Mestrado Profissional em Patrimônio Cultural e Mestrado Acadêmico em História da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP) e co-orientador do presente projeto. Milder, Saul Eduardo Seiguer: Docente do Departamento de História e dos PPGs Mestrado Profissional em Patrimônio Cultural e Mestrado Acadêmico em História da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Doutor em Arqueologia pela Universidade de São Paulo (USP) e orientador do presente projeto.

 

 

 

pdf

 

 


 

 

 

 

 

Reflejo de tradición y ruptura: arquitectura neocolonial y arquitectura de la modernidad en la primera mitad del siglo xx en la ciudad de Córdoba.


Arq. Ana María Rodríguez de Ortega (Cuba-Argentina)

 

 

 

Currículo: Docente del Diplomado de Patrimonio Cultural Latinoamericano- Universidad Blas Pascal- Córdoba ,

 

 

pdf

 

 


 

 

 

 

 

Aculturación del pueblo indígena Mixe, Oaxaca, México. The Acculturation of the Indigenous Mixe People, in the state of Oaxaca, Mexico

 

                                                                                                              Carlos García Medina (México-Rusia)

 

 

 

 

Resumen: En el presente artículo  analiza la aculturación del  pueblo indígena Mixe, ubicado en el estado de Oaxaca, México, por parte de grupos religiosos. Esta “catequización” como la llaman los devotos, tiene como finalidad ayudarlos y sacarlos del atraso económico, social y político en que viven, sin embargo, el contacto continuo de jóvenes mestizos con jóvenes indígenas provoca una asimilación por parte de los primeros sobre los segundos, lo que conlleva a una comparación de su forma de vida, de sus valores y de su identidad, quedando como es de suponer la cultura indígena en segundo lugar; con el paso de los años el problema se agrava ya que el proceso se profundiza e implica la pérdida del idioma, de su estructura económica, social, política y cultural del pueblo indígena Mixe.


Palabras claves: Aculturación, proceso, pueblos indígenas, identidad.

 

Abstract: This paper analyzes the process of acculturation by missionaries of the Indigenous Mixe people in the state of Oaxaca, Mexico. This ‘catechization’-as it is known among believers-aims to help this indigenous community and to end the economic, social and political backwardness in which they live. However, constant contact between young members of the indigenous Mixe community and their Mestizo counterparts causes assimilation of the former community by the latter and prompts a comparison of lifestyles, values and ethnic identity; one would suppose that in this type of comparison the indigenous culture is devalued. This problem intensifies over time and involves language loss and the deterioration of the indigenous Mixe people’s economic, social, cultural and political structures.

 

Key Words: Acculturation, process, indigenous peoples, Identity.

 

Currículo: Profesor- Investigador de la Universidad Estatal de Servicio de la Región del Volga, Federación Rusa. Dr. en Geografía, especialidad en geografía económica, social y política.

 

 

 

pdf

 

 


 

 

 

 

 

“La frontera del Paraguay en el siglo XVIII: Relaciones y disputas entre Curuguaty e Ygatimi

 

Herib Caballero Campos (Paraguay)

 

 

 

 

Resumen: Este artículo pretende dar cuenta sobre las relaciones fronterizas entre los portugueses y los españoles durante el siglo XVIII en una zona aislada y conflictiva en el Alto Paraná. Dicha zona era reclamada por ambas Coronas. Con el establecimiento de la Villa de San Isidro de Curuguaty en 1715, el antiguo asentamiento de la ciudad de Villarrica, los españoles volvieron a ocupar en forma permanente dicho territorio con el objetivo de detener las incursiones portuguesas. Años después los portugueses establecieron la fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres de Ygatim sobre el río Ygatimi. La cercanía entre ambas poblaciones favoreció los contactos comerciales ilegales hasta que el enfrentamiento por el territorio hizo que los españoles destruyeran Ygatimi en 1777.

 

Palabras Claves: Frontera-Paraguay-Ygatimi-Curuguaty-Contrabando

 

Abstract: This article tries to explain the conflictive frontier’s relationship between Portuguese and Spaniards during the 18th century within an isolated area of Alto Paraná; a territory area claimed by both Crowns. The establishment of San Isidro de Curuguaty in the former settlement of Villarrica meant that the Spaniards reoccupied permanently this territory in order to stop Portuguese incursions. Years later the Portuguese established the fortress of Nossa Senhora dos Prazeres de Ygatimi by the Ygatimi River. The proximity between these two populations favored illegal business until confrontations for the territory determined Spaniards to destroy Ygatimi in 1777.

 

Key Words: Frontier- Paraguay- Ygatimi-Curuguaty- Smuggling

 

Currículo: Licenciado y Doctor en Historia por la Universidad Nacional de Asunción. Es Magister en Historia del Mundo Hispánico  por el Consejo Superior de Investigaciones Científicas de Madrid   Es Docente  Investigador de tiempo Completo  de la Universidad Nacional de Asunción.

 

 

 

pdf

 

 


 

 

 

 

 

CANOEING DOWN: O sertão do rio São Francisco sob o olhar do estudioso-aventureiro Richard Burton

 

Antônio Fernando de Araújo Sá (Brasil)

 

 

 

Resumo: Esse artigo tem por objetivo analisar a viagem do estudioso-aventureiro britânico Richard Francis Burton ao rio São Francisco, na segunda metade do século XIX. Esse autor vitoriano traz sua magnífica experiência etnográfica de desbravador dos usos e costumes de povos da África e Ásia para estabelecer um olhar atento e inquiridor sobre a população ribeirinha do rio São Francisco, numa análise comparativa também reveladora da ideologia imperialista da época. Entretanto, como Burton possuía enorme compreensão da vida nativa, seu relato de viagem recria a realidade observada, a partir do conhecimento adquirido em viagens, da sólida formação intelectual e de sua condição de diplomata, revelando-se como um documento importante da vida social e cultural do rio São Francisco na segunda metade do século XIX.

 

Palavras-chave: Brasil, Viajantes estrangeiros, Richard Francis Burton, Rio São Francisco.

 

Abstract: This article has the goal to analyze the travel of the British scholar and adventurer Richard Francis Burton to the São Francisco River, during the second half of the 19th century. This Victorian author brings his magnificent ethnographic experience in regard to his experience as a seeker of the uses and customs of the people of Africa and Asia to establish a certain look with attention about the local population of the São Francisco River, through a comparative and reveling analysis of the imperialist ideology of his time. However, as Burton had a exceptional comprehension of the native life, his travel report recreates the observed reality, as a result of his knowledge acquired through his expeditions, his solid intellectual formation and his condition as a diplomat, reveals to be a very important document about the social and cultural life of the São Francisco River at the second half 19th century.

 

Keywords: Brazil, Foreigners travelers, Richard Francis Burton, São Francisco River

 

Currículo: Professor do Departamento de História e Coordenador do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Sergipe, Mestre e Doutor em História pela Universidade de Brasília.

 

 

 

 

pdf

 

 


 

 

 

 

 

As instituições locais no processo de construção dos Estados Nacionais modernos: A República Riograndense na vila de Alegrete (1837-1843), no sul do Brasil.

 

                                                        Alessandro de Almeida Pereira, Michele de Oliveira Casali (Brasil)


 


Resumo: Apresentamos nesse trabalho uma investigação sobre o poder local institucionalizado, durante o processo de construção da República Rio-Grandense, através da Câmara Municipal da Vila de Alegrete, entre 1837 e 1844. Para a investigação sobre o poder local trabalhamos na perspectiva da História Política. Sendo assim, utilizamos como fontes: Atas das Câmaras Municipais; Correspondências de autoridades municipais, correspondências particulares da elite farroupilha; periódicos do período; entre outros, que demonstram o papel das instituições locais no processo de construção e consolidação dos Estados nacionais. A análise sobre as instituições locais revelam a importância das Câmaras Municipais, por ser um órgão de representatividade e relevância no âmbito local. Nesse sentido, as Vilas e Cidades, caracterizaram-se na primeira metade do século XIX como as primeiras entidades soberanas, sendo fundamental para a formação dos Estados independentes.


Palavras-chaves: Construção dos Estados nacionais; Poder Local; Fronteira; República Rio-Grandense.

 

Abstract: This paper is an investigation about the local institutional power during the process of construction of the Rio-grandense Republic, through the City Council of Alegrete Village, between 1837 and 1844. To the research about the local power we work from the perspective of Political History. So, we used as sources: minutes of the City Council; letters from the militar authorities, private letters from the Farroupilha elite; newspapers of the period and other sources; demonstrating the role of the local institutions in the process of construction and consolidation of the National States. The analysis of local institutions reveal the significance of the City Councils, being an organ of representativeness and relevance locally. Therefore, the villages and cities characterized in the first half of the nineteenth century as the firsts sovereign entities, being central to the formation of the Independent States.


Key words: Construction of the National States; Local Power; Border; Rio-Grandense Republic

 

Currículo: Alessandro de Almeida Pereira: Mestrando do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Santa Maria. Bolsista CAPES-DS. Michele de Oliveira Casali: Acadêmica do Curso de História Licenciatura e Bacharelado da Universidade Federal de Santa Maria. Bolsista PIBIC/UFSM/CNPq.

 

 

 

 

 

pdf

 

 


 

 

 

 

A crônica e o fazer histórico na crise da modernidade: reflexões e possibilidades.
The chronicle and the making of history in the crisis of modernity: reflections and possibilities.

Luiz Antonio Gloger Maroneze (Brasil)

 

 

 

 

RESUMO:O presente artigo faz uma análise da crônica como fonte para a construção historiográfica, trazendo um histórico sucinto da mesma no Brasil e um debate de suas especificidades através do olhar de diferentes cronistas, críticos e historiadores. Posteriormente, busca-se pensar a crônica e suas informações diante da crise das perspectivas modernas. O estudo também observa o uso desta fonte na discussão da memória, do imaginário e das temporalidades moderna e pós-moderna, e apresenta uma discussão das possibilidades da crônica para a História das Ideias e para uma história cultural do urbano de Porto Alegre.
PALAVRAS-CHAVE: Crônica, História, Modernidade.

ABSTRACT: This article analyzes the chronicle as a source for the historiographical construction, outlining a brief history of the chronicle in Brazil and a debate on its peculiarities through the observation of different chroniclers, critics and historians. Subsequently, the study seeks to reflect upon the chronicle in the face of the crisis of modern perspectives. The use of this source in the discussion of memory, imagery and modern and post-modern temporalities is also observed; a discussion on the possibilities of the chronicle for the History of Ideas and for a cultural history of the city of Porto Alegre is presented as well.
KEYWORDS:Chronicle, History, Modernity.

Currículo: Dr. Em História pela PUCRS e professor do mestrado em Processos e Manifestações Culturais da Universidade Feevale ( Novo Hamburgo, RS, BR )

 

 

 

 

 

 

pdf

 

 


 

 

 

 

 

URUGUAIANA: SUAS FRONTEIRAS E SUA IDENTIDADE



Ronaldo Bernardino Colvero, Edson Romário Paniagua, Davide Carbonai (Brasil)

 

 

 

Resumo: Este artigo tem como objetivo situar Uruguaiana frente às questões da história local e regional, analisando as questões relativas dentro do contexto econômico na Bacia do Prata, bem como a necessidade de sua criação para fins militares, fiscais e de defesa do território. Para tal, analisamos o papel do índio e do negro escravo na história da ocupação e na identidade gaúcha local. Outro sim, destacamos o comércio licito e ilícito na fronteira e sua importância econômica no período, bem como as peculiaridades da guarda de uma região de fronteira.

 

Palavras-chave: desenvolvimento econômico, fronteira, identidade, território.

 

Abstract: This article presents Uruguaiana forward to issues of regional and local history, analyzing this questions within the economic context in the "Bacia do Prata", as well as the need for its creation for military, fiscal and defense territory. For this, we bring role of the Indian and black slaves in the history of occupation and local identity. Finally, highlight the licit and illicit trade at the border and its economic importance in the period, as well as the peculiarities of the guard a frontier region.

 

Keywords: economic development, frontier, identity, territory.

 

Currículo: Ronaldo Bernardino Colvero: Professor Adjunto da Universidade Federal do Pampa campus São Borja (UNIPAMPA), e Professor Titular do Programa de Pós Graduação em Memória Social e Patrimônio Cultural da UFPEL. Doutor em História pela PUCRS.  Edson Romário Paniagua: Professor Adjunto da Universidade Federal do Pampa campus São Borja (UNIPAMPA). Doutor em História pela UNISINOS. Davide Carbonai: Professor Adjunto da Universidade Federal do Pampa campus São Borja (UNIPAMPA).  Doutor em Sociologia Econômica pela Universidade di Teramo.

 

 

 

 

 

 

pdf

 

 


 

 

Historiografia, Escravidão e Luta de Classes no Brasil


Mário Maestri (Brasil)

 

Resumo: Na Colônia e no Império, justificou-se a escravidão devido à desigualdade dos homens, à vontade de deus, ao respeito à propriedade, etc. As raras visões antagônicas foram abafadas. No pós-1888, operações complexas resgataram a escravidão e deslocaram o cativo como centro do devir histórico. As visões heterodoxas foram igualmente silenciadas. Nos anos 1970, o avanço mundial da luta de classes permitiu que o trabalhador escravizado se transformasse em elemento explicativo do passado do Brasil. A maré neoliberal dissolveu esses avanços propiciando restauração das visões historiográficas tradicionais sobre uma escravidão feliz e consensual.

 

Palavras-chaves: Historiografia da escravidão; 2. Escravidão e luta de classes; 3. Historiografia e luta de classes

 

Abstract: During Brazilian Colony and Empire, they said slavery was necessary because of inequality of men, God's will, respect for property, etc. The rare divergent opinions were hushed up. After 1888, complex operations rescued slavery, but withdrew it as the center of the historical process. Besides, all heterodox views were silenced. In the 1970s, the worldwide advancement of class struggle allowed the enslaved workers to become an explanatory element of the Brazilian past. Neo-liberalism dissolved these advances enabling restoration of traditional historiographical visions.

 

Currículo: Mário Maestri, 65, é doutor em História pela UCL, Bélgica, e professor titular do Programa de Pós-Graduação em História da UPF, RS, Brasil. E-mail: maestri@via-rs.net

 

 

 

 

 

 

pdf

 

 


 

 

 

 

Carvão e Ferrovia: ecos de progresso e disputas políticas no Sul Catarinense na Primeira República

 

João Henrique Zanelatto, Alcides Goularti Filho (Brasil)

 

 

 

 Resumo: A exploração das minas de carvão no Sul Catarinense remonta ao século XIX, ainda no Império. As notícias da descoberta do minério na época atraíram o interesse de empresários nacionais e estrangeiros, mesmo com dúvida quanto à qualidade do carvão. Para escoar o carvão começaram a ser construídas estradas de ferro que ligariam a região das minas aos portos de Laguna e Imbituba. A exploração do carvão e as ferrovias provocaram grande euforia em todo o Sul catarinense, era o tão almejado progresso chegando à região. Provocaram também disputas políticas entre os grupos políticos da região e os que aqui vieram se estabelecer. O artigo procura fazer uma breve discussão sobre imagem de progresso e as disputas políticas que foram se configurando em torno da exploração do carvão e na construção de ferrovias no Sul catarinense durante a Primeira República.

 

Palavras chave: Carvão, Ferrovia, Progresso, Disputas Políticas.

 

Abstract: The exploitation of coal mines in southern Santa Catarina dating back to the nineteenth century, even in the Empire. The news of the discovery of ore at the time attracted the interest of domestic and foreign businessmen with even doubt about the quality of the coal. To transport the coal began to be built railways that would link the region of the mines to the ports of Laguna and Imbituba. The coal mining and railroads caused great excitement throughout the South of Santa Catarina, was the much desired progress coming to the region. Also provoked political disputes among political groups in the region and those who came here to settle. The article seeks to briefly discuss image of progress and political disputes that have been shaping up around the coal mining and the construction of railroads in the South of Santa Catarina during the First Republic.

 

Keywords: Coal, Railroad, Progress, Dispute Policy.

 

Currículo: João Henrique Zanelatto Doutor em História pela Pontifica Universidade do Rio Grande do Sul (PUCRS); professor do Curso de História e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Aplicada da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC). Membro do Grupo de Pesquisa “História Econômica e Social de Santa Catarina”. Alcides Goularti Filho: Doutor em Economia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), professor do Curso de Economia e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Aplicada da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC). Lider do Grupo de Pesquisa “História Econômica e Social de Santa Catarina”.

 

 

 

 

 

 

pdf

 

 


 

 

 

 

Río Paraguay: El mejor rio del mundo: Reflexões sobre o papel histórico e geoestratégico dos caminhos fluviais.

 

Maria do Carmo Brazil (Brasil)

 

 

 

Resumo: Os grandes rios sempre foram entendidos como “estradas que andam”, agentes de ligação e comunicação e em alguns aspectos barreiras para as realizações humanas. As atividades desenvolvidas nos vales fluviais deram feições diversas aos cursos, convertendo-os em grandes reservatórios necessários para a irrigação da produção agrícola ou em grandes caminhos móveis capazes de vitalizar o comércio entre as nações. A partir destas premissas procurei refletir o Rio Paraguai com destaque para seu papel e sua função histórica. São aspectos que envolvem antigos interesses coloniais de portugueses e espanhóis, cuja estratégia visava seu controle, o aproveitamento de seus recursos naturais, sua navegabilidade e outras formas de exploração. A hermenêutica desta análise comportou questionamento sobre a identidade histórica pautada nas múltiplas temporalidades, posto que a abordagem sobre as águas é pontuada por “belos fósseis” de duração e permanências, e por isso não permite cortes cronológicos. Procurei reunir reflexões sobre movimentos, encadeamentos de relações sociais e fatos históricos importantes na construção da memória da nação brasileira. Desde o período colonial o referido rio apresentou elo entre portos, localidades interiores e países sul-americanos.

 

Palavras chaves: Geo-história fluvial, pantanal, rios dos papagaios, mar interno brasileiro.

 

Résumé : Les grands fleuves ont toujours été considérés comme des "routes qui se mouvementent", des instruments de liaison et de communication et, à certains égards des barrières pour les conquêtes humaines. Les activités développées dans les vallées fluviales ont donnés divers aspects á son flux, permettant leurs conversion en grandes citernes nécessaires à l'irrigation, à la production agricole ou des voies permettant de viabiliser les échanges commerciaux entre les nations. Á partir de ces prémisses j'ai essayé de penser le fleuve Paraguay en mettant l'accent sur son rôle et sa fonction historique. Ce sont des aspects qui impliquent les intérêts coloniaux de l'Espagne et du Portugal, dont la stratégie visait son contrôle, l´exploitation de ses ressources naturelles, sa navigabilité et autres formes d'exploitation. L'herméneutique de cette analyse comporte l´interrogation sur l'identité historique basée sur une longue durée, étant donné que l´approche sur les eaux est axée sur de "Belles fossiles" chronologiques et de continuités, ce qui ne permet pas une division chronologique. J'ai essayé de reunir les réflexions sur les mouvements, les réseaux des relations sociales et des faits historiques qui sont importants pour la construction de la mémoire de la nation brésilienne. Depuis la période coloniale, le fleuve supra-cité presente un lien entre les ports, les villes et villages des confins et les pays de l'Amérique du sud.

 

Mots-clés: Fluvial histoire-géo, pantanal, rivières de perroquets, mer intérieure brésilienne.

 

Currículo: Professora Titular em História do Brasil da Universidade Federal da Grande Dourados/UFGD (Brasil). Docente do Programa de Pós-Graduação em História da UFGD . Autora, entre outros, de Fronteira Negra:Dominação, violência e resistência escrava em Mato Grosso 1718-1888. Passo Fundo: EdiUPF, 2002. E-mail:  mc.2708@hotmail.com

 

 

 

 

 

 

 

pdf

 

 


 

 

 

 

 

 

A FAMÍLIA ESCRAVA NO BRASIL DESCRITA POR VIAJANTES ESTRANGEIROS

Iraci del Nero da Costa (Brasil)

 

 

 

Resumo: Neste artigo, com base em relatos de alguns dos viajantes estrangeiros que visitaram o Brasil em seu período escravista, evidenciamos que parcela não desprezível desses viajantes deparou-se com famílias escravas regularmente constituídas, tendo descrito como elas se apresentavam e legando-nos alguns depoimentos sobre o comportamento de cativos e seus senhores sobre o casamento entre escravos.

 

Palavras-chave: Brasil; famílias escravas; escravidão; demografia histórica.

 

Abstract: Based on accounts by some of the foreign travelers that visited Brazil during the slavery period, this article shows that not a few of those visitors encountered regularly constituted slave families; they described how those families presented themselves and left us some reports on the behavior of slaves and their masters related to slave marriages. 

 

Keywords: Brazil; slave families; slavery; historical demography. 

 

Currículo: Professor Livre-docente aposentado da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (Brasil).

 

 

 

 

pdf

 

 


 

 

 

 

Contribuciones documentales: Fuentes parroquiales de Quilmes – Índice onomástico de Quilmes. 2da. parte. Dra. Nora Siegrist (Argentina)

 

 

 

 

 

 

pdf

 

 


 

 

 

 

Um olhar sobre a presença árabe na Fronteira


Liane Chipollino Aseff


Resumo: A pesquisa aborda a chegada dos primeiros imigrantes árabes sírios, libaneses e palestinos ao Uruguai e na fronteira brasileiro-uruguaia entre as cidades de Santana do Livramento e Rivera, a partir de 1900 até o final dos anos cinquenta.)


Palavras-chaves: inmigraçao, árabes,palestinos,sírios, fronteira Uruguay-Brasil, Rivera-Livramento.


Currículo: Mestre em História (UFSC). Texto apresentado no IV Festival Sul-Americano de Cultura Árabe- BibliAspa-UNIPAMPA, 2013.

 

 

 

pdf