escudoESTUDIOS HISTÓRICOS ISSN: 1688-5317-Uruguay

        

 

 

 

EDICIÓN Nro. 11 Revista Digital

 

 

De Yatay a Cerro-Corá: Consenso e dissenso na resistência militar paraguaia.


Mario Maestri

 

 

Abstract: It was critically proposed that Paraguayan soldiers'fearlessness during the War of the Triple Alliance was due to the fact that they were savages, barbarians and to their fear of the dictator. In the opposite direction, some historians argue that such quality would be natural in those soldiers, a sort of intrinsic feature. Generally, analysts don't realize that the positive evaluation of the Paraguayan soldiers is contemporaneous with Paraguayan war, being that army and its soldiers undervalued before it. This paper discusses the reasons of the faithfulness of Paraguayan soldiers with the defense of their national territory.

 

Key words: Paraguayan War; Triple Alliance; Jatahy battle

 

Resumo: Propôs-se criticamente que o destemor do soldado paraguaio quando da Guerra da Tríplice Aliança deveria-se a ele ser um selvagem, bárbaro e a temer oditador. Em sentido contrário, defendeu-se que tal qualidade seria natural naquele soldado, devido a suas qualidades intrínsecas. Em geral, escapa aos analistas que a avaliação positiva do soldado paraguaio é contemporânea à guerra, prevalecendo anteriormente avaliações negativas daquele exército e soldado. O artigo discute as razões do compromisso do soldado paraguaio com o esforço defensivo do território nacional.

 

Palavras chaves: Guerra do Paraguai; Tríplice Aliança; Batalha de Yatay

 

Mário Maestri: Doutor em História pela UCL, Bélgica, e professor titular do Programa de Pós-Graduação em História da UPF, RS, Brasil. E-mail: maestri@via-rs.net

 

pdf

 


 

A gênese do universo político-partidário no município de Bagé/RS.


Alessandro Carvalho Bica - Berenice Corsetti (Brasil)


Resumo: Este artigo é resultado da investigação de doutorado: A Organização da Educação Pública Municipal no Governo de Carlos Cavalcanti Mangabeira (1925-1929) no município de Bagé/RS, que vem sendo realizada junto ao Programa de Pós-Graduação em Educação da UNISINOS. Nosso propósito é estabelecer diálogos historiográficos sobre a gênese do universo político e partidário no município de Bagé/RS no contexto da Primeira República gaúcha. Neste sentido, os documentos (Jornais, Relatórios Intendenciais e o Regulamento da Praça dos Desportos) utilizados na composição deste trabalho foram abordados pela perspectiva da analise documental e sobre o prisma da metodologia histórico-crítica. Nesta perspectiva, buscou-se compreender as concepções políticos de formação dos partidos políticos no município, bem como as especificidades desse processo político na Primeira República no Estado do Rio Grande do Sul.

 

Palavras-Chave: História do Rio Grande do Sul, História de Bagé, Política na Primeira República.

 

Alessandro Carvalho Bica : Professor Assistente da UNIPAMPA - Campus Bagé, Coordenador do Grupo de Estudos em Educação, História e Narrativas (GEEHN) e Doutorando em Educação pela UNISINOS (Universidade do Vale do Rio dos Sinos), na linha de Educação, História e Políticas.

 

Berenice Corsetti : Professora Titular da UNISINOS (Universidade do Vale do Rio dos Sinos), mestrado em História pela Universidade Federal Fluminense (1983), doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1998) e pós-doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2010) Orientadora de Doutorado.

 

pdf

 


 

O perigo além-fronteira e a hegemonia do prata


Janaíta da Rocha Golin (Brasil)

 

Resumo: Durante a guerra civil farroupilha (1835-1845), o Rio Grande do Sul e a região platina aliaram-se inúmeras vezes, perturbando a hegemonia política e territorial do Império do Brasil. Os auxílios entre os farroupilhas e os líderes platinos permitiram o prolongamento da revolta contra o Império do Brasil por um período de dez anos. O desfecho da insurreição farroupilha em 1845 não proporcionou o término das perturbações contra o governo do Rio de Janeiro, pois as forças de atração platina ainda perduravam. Para a tentativa de aniquilamento dessas forças, foi estrategicamente pensada pelo Império do Brasil a incorporação dos seus ex-inimigos, alinhados, neste contexto, aos seus interesses. A personalidade platina mais temida pelo Império do Brasil era Juan Manuel de Rosas, justamente pela sua ambição de retomar a antiga territorialidade do vice-reinado do Rio da Prata, o que poderia ocasionar sérios danos ao Brasil. A colaboração dos ex-farroupilhas foi conseguida quando o Império intermediou a pacificação do conflito através de inúmeras concessões aos ex-rebeldes. Reconciliados e reincorporados ao exército do Brasil, praticamente todos que permaneceram na carreira militar até 1852, lutaram contra o líder da Confederação Argentina, Juan Manuel de Rosas, ex-aliado dos farroupilhas em tempos de guerra civil.

Palavras-chave: Farroupilhas, Prata e Hegemonia.

 

Abstract: During the Farroupilha Civil War (1835-1845), the Rio Grande do Sul state and the Platine region allied numerous times, disrupting the territorial and political hegemony of the Brazil's Empire. The aid between the farroupilhas and the platine leaders allowed the extension of the revolt against the of Brazil's Empire for a period of ten years. The outcome of the Farroupilha Insurrection in 1845 didn't provide the end of the disturbances against to the Rio de Janeiro's government, because the forces of platine attraction still survived. As the attempted annihilation of these forces, It was strategically planned, by the Brazil's Empire, the incorporation of his former opponents, aligned, in this context, with his own interests. The platine personality most feared by the Brazil's Empire was Juan Manuel de Rosas, precisely by its ambition to retake the former territoriality of the vice-kingdom of the River Plate, which could cause serious damage to Brazil. The collaboration of former farroupilhas was achieved when the Empire mediated the pacification of the conflict through numerous concessions to the former rebels. Reconciled and reincorporated the Brazilian army, almost all that remained in the military career until 1852, fought against the Argentine Confederate leader, Juan Manuel de Rosas, former ally of the farroupilhas in times of civil war.

 

Keywords: Farroupilhas, Platine region and Hegemony.

 

Janaíta da Rocha Golin: Graduação em História pela Universidade Federal de Santa Maria (2004), Especialização em História do Brasil pela Universidade Federal de Santa Maria (2007) e Mestrado em História pela Universidade de Passo Fundo (2012).

 

pdf

 


“Entre Jaguarão e Tacuarembó”: Os charqueadores de Pelotas (RS) e os seus interesses políticos e econômicos na região da campanha rio-grandense e no norte do Uruguai (c. 1840- c. 1870)

 

Jonas Moreira Vargas (Brasil)

 

Resumo: O presente artigo analisa os investimentos realizados pelos charqueadores de Pelotas em propriedades rurais tanto da região da campanha sul-rio-grandense, quanto da campanha uruguaia, o norte do rio Negro. Tal expansão agrária foi fruto de uma grande acumulação de capital nas décadas de 1850 e 1860, período caracterizado por altos índices de exportação do charque rio-grandense e por intervenções militares em Montevidéu (1851 e 1864). Defende-se que o acúmulo de riqueza, a expansão agrária, a guerra, a diplomacia e a política fizeram parte de um mesmo projeto onde charqueadores de Pelotas e estancieiros sul-rio-grandenses buscavam se beneficiar dos rebanhos de gado uruguaios e ao mesmo tempo vencer a concorrência contra os saladeros platinos.

 

Palavras-chave: Fronteira – Charqueadas – Uruguai – Brasil

 

Abstract: This article analyzes the investments made by charqueadores Pelotas in both rural properties in the region Campaign South Rio Grande, as the campaign Uruguayan, north of the Rio Negro. Such agrarian expansion was the result of a large accumulation of capital in the 1850s and 1860s, a period characterized by high rates of export of beef jerky and military interventions in Montevideo (1851 and 1864). It is argued that the accumulation of wealth, agricultural expansion, war, diplomacy and politics were part of the same project where charqueadores Pelotas and ranchers from Rio Grande to benefit from the herds of cattle Uruguayans while winning competition against saladeros.

 

Jonas Moreira Vargas: Graduado (2004), Mestre em História pela UFRGS (2007) e Doutor em História pela UFRJ (2013).

 

pdf

 


 

El ayer no podrá ser destruido: a decadência da excepcionalidade chilena

 

Silvia Simoes (Brasil)

 

Resumo: Este artigo leva em conta ideias em torno das quais se cristalizaram convicções e explicações acerca da “decadência” chilena, validando a atualização do presente por meio de um passado glorioso e “excepcional”: aborda-se a República Conservadora de 1830 e os primórdios da diferenciação chilena fundada no elemento racial; a noção de raça como explicador desta exceção e da decadência social; o mito do Estado portaliano e a necessidade premente de sua retomada.

 

Palavras-chave: Chile; nacionalismo; crise social; decadência.

 

 

Abstract: This article takes into account the ideas that fixe the beliefs and explanations about the Chilean "decadence" and reconsidering he update of this through a glorious past and "exceptional". These aspects addresses the past Conservative Republic of the years 1830 and the early differentiation of Chile based in racial element, the notion of race explaining this exception and social decay, the myth of the portalian state and the urgent need of its resumpton. Keywords: Chile, nationalism, social crisis; decay.

 

Silvia Simoes: Mestre em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul

 

 

pdf

 


 


Construcciones de lo negro: una lectura ideológica de las representaciones de los “los bufones de Rosas”


Dr. Jean-Arsène Yao (Costa de Marfil)
 

Resumen: Las idiosincrasias asociadas a los argentinos de ascendencia africana proceden, entre otros, de una construcción discursiva de la primera mitad del siglo XIX, época en que la escena política estuvo dominada por la figura de Juan Manuel de Rosas, cuyos más encarnizados denostadores identificaban con los afroargentinos. Estos últimos fueron convertidos en objetos predilectos de las violentas diatribas de los unitarios contra el líder federal, a la vez que se regodeaban describiendo el primitivismo de sus expresiones de adhesión política. Si bien en este trabajo no profundizaremos especialmente en la relación entre Rosas y la población afroporteña, sí focalizaremos en las consideraciones ideológicas que influyeron en la representación que los antirroristas hacían del “negro” encarno por Eusebio y Biguá, dos de los llamados “bufones de Rosas”.

 

Palabras clave: etnohistoria, esclavitud, afroargentinos.

 

Dr. Jean-Arsène Yao: Maître-Assistant au Département d’Études Ibériques et Latino-Américaines. Université Félix Houphouët-Boigny de Cocody (Côte d’Ivoire). Miembro activo del Grupo de Investigación y Estudio sobre los Negros en América Latina (GRENAL) de la Universidad de Persignan (Francia).

 

 

pdf

 


 


Epidemias e quarentenas no Brasil e no rio da Prata no século XIX

 

Cleide de Lima Chaves (Brasil)

 

Resumo: O presente artigo objetiva evidenciar as doenças epidêmicas que assolaram o Império do Brasil e as repúblicas da Argentina e do Uruguai na segunda metade do século XIX, em especial após a guerra do Paraguai (1864-1870), articulada a uma discussão acerca das teorias e dos saberes médicos acerca das epidemias, bem como dos projetos que visavam impedir a circulação dessas enfermidades. Países próximos geograficamente, os portos brasileiros e platinos viviam em constante comunicação comercial, o que favorecia a entrada e saída das epidemias. As quarentenas, apesar de discursos contrários á sua eficácia, foram muito utilizadas não apenas como meio de barrar a entrada das doenças, como também como estratégia política de um ou outro país na região platina.

 

Palavras-chave: Epidemias, quarentenas, Império do Brasil, Repúblicas platinas.

 

Abstract: This article aims to highlight the epidemic diseases that ravaged the Empire of Brazil and the Republics of Argentina and Uruguay in the second half of the nineteenth century, especially after the war with Paraguay (1864-1870), linked to a discussion of the theories and medical knowledge about the epidemic, as well as projects aimed at preventing the movement of these diseases. Countries geographically close to the seaports and platinum were in constant commercial communication, which favored the entry and exit of epidemics. Quarantines, though contrary to its effectiveness speeches, were widely used not only as a means of barring disease, as well as a political one or another country in the region platinum. Keywords: Epidemics, quarantine, Empire of Brazil, Republics of Argentina y Uruguay.

 

Cleide de Lima Chaves: Graduação em História pela Universidade Federal da Bahia (1998), mestrado em História pela Universidade Federal da Bahia (2001) e doutorado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2009). Atualmente é professora adjunta do Departamento de História da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

 

 

pdf

 


 


 

Um conto chinês: um olhar sobre a cultura e a identidade - A Chinese Tale: looking into culture and identity

 

Sabrina Martins - Cleber C. Prodanov (Brasil)

 

Resumo: Este artigo analisa a obra cinematográfica Um Conto Chinês do diretor argentino Sebastián Borensztein e seus aspectos mais próximos a cultura e a identidade. Propõe-se ainda, a uma reflexão sobre as manifestações culturais encontradas na obra e as diferentes formas como acontece a relação com o Outro, no que se refere a questões de identidade, focando nos hábitos e costumes distintos e na conduta e posicionamentos diferenciados em relação à sua própria identidade e à identidade do outro, fazendo com que diversas visões de cultura pudessem coabitar, modificando-se relações. Palavras-chave: Cultura. Identidade. Linguagem. Manifestações Culturais.

 

Abstract: This article analyses the cinematographic work called A Chinese Tale, by the argentinian director Sebastián Borensztein, and its closest aspects to culture and identity. It also proposes a thought about the cultural manifestations found in the film, as well as the different ways the relationship with The Other takes place, as far as identity issues are concerned, focusing on distinct habits and customs, and on different conduct and placements regarding both the own identity and the identity of the Other, enabling several visions of culture to cohabit, changing relationships.Key-words: Culture, Identity, Language, Cultural Manifestations.

 

Sabrina Martins : Jornalista; especialista em História, Comunicação e Memória do Brasil Contemporâneo e em Gestão Estratégica de Marketing pela Universidade Feevale (Novo Hamburgo/RS/Brasil); mestranda do Mestrado Acadêmico em Processos e Manifestações Culturais da mesma instituição. Cleber C. Prodanov:  Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP/SP/Brasil), docente permanente do Mestrado em Processos e Manifestações Culturais, da Universidade Feevale (Novo Hamburgo/RS/Brasil), pesquisador do Grupo de Pesquisa Cultura e Memória da Comunidade da mesma instituição.

 

 

pdf

 


 


 

Aproximações metodológicas à imprensa periódica oitocentista: o caso dos periódicos sul-rio-grandenses.

 

Álvaro Antonio Klafke (Brasil)

 

Resumo: A imprensa periódica brasileira oitocentista constitui um elemento essencial à análise do processo de construção do Estado e da nação então em curso, e o seu estudo, muito valorizado ultimamente, deve atentar para certas condicionantes de sua produção. Este artigo objetiva analisar, em um primeiro momento, vicissitudes e dificuldades materiais, ou de diversas ordens, que cercavam o trabalho dos redatores dos periódicos sul-rio-grandenses da década de 1830. Em uma segunda parte, debatendo com as ideias de Angel Rama acerca da cidade letrada, é destacado que a produção intelectual e informativa do período dava-se no contexto das cidades do império, portanto, defende-se que o espaço urbano deve ser considerado como referência fundamental a orientar a leitura dos periódicos, a despeito da sua inserção em uma sociedade eminentemente rural. Palavras-chave: Imprensa oitocentista – Estado nacional – Rio Grande do Sul

 

Abstract: The nineteenth-century brazilian periodical press is an essential element to the analysis of the construction of the state and the nation. The reading of these sources, currently highly valued, should be aware of certain conditions of its production. From this assumption, this article aims to analyze, at first, characteristics and difficulties involving the work of the editors of Rio Grande do Sul in the 1830s. In a second part,  debating the ideas of Angel Rama on the lettered city, it is noted that the intellectual and informative production of the period happened in the context of cities of the empire, therefore, argues that urban space should also be considered basic reference guide for reading the newspapers, despite its inclusion in a predominantly rural society. Keywords: Nineteenth-century press - national state - Rio Grande do Sul


Álvaro Antonio Klafke: Doutor em História pela UFRGS – Brasil. Professor do curso de História e do PPG em História da Universidade de Passo Fundo. Artigo elaborado a partir de pesquisa financiada por CNPq e CAPES. E-mail: alvaroklafke@ig.com.br; alvaroklafke@upf.br

 

 

pdf

 


 


 

Nos tempos da “petit paris”: a urbanização em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, no auge da economia cafeeira (1880-1930)

 

Rodrigo Ribeiro Paziani (Brasil)

 

Resumo: Em decorrência da nova dinâmica capitalista gerada pelos efeitos da expansão na atividade cafeeira, aqueles lugarejos, quase inóspitos, feitos de um aglomerado de casinhas, de repente, foram tomados por uma pressa de atingir as benesses do “progresso” e da “civilização” graças à marcha avassaladora da economia cafeeira em direção ao território paulista. A proposta deste artigo será compreender os fenômenos da modernidade e da urbanização através de um “estudo de caso”, Ribeirão Preto – cidade que ficou conhecida pelo título de “Petit Paris” da Zona Mogiana – no objetivo de contribuir para o debate do processo urbano no país no período de 1880 a 1930.  Palavras-Chave: Ribeirão Preto, estudo de caso, modernização urbana.

 

Abstract: In result of the new capitalist dynamics generated by the effect of the expansion in coffee activity, those lugarejos, almost inhospitable, made by an accumulation of little houses, suddenly, had been taken by a haste to reach benesses of the “progress” and the “civilization” thanks to the overwhelming march of the coffee economy in direction to the São Paulo territory. The proposal of this article will be to understand the phenomena of modernity and the urbanization through a “study of case”, Ribeirão Preto - city that was known for the heading of “Petit Paris” of Mogiana’s Zone - in the objective to contribute for the debate the urban process in the Brazil in the period from 1880 to 1930.  Keywords: Ribeirão Preto, case study, urban modernization

 

Rodrigo Ribeiro Paziani: Graduado em História pela Universidade Estadual Paulista – UNESP (1998) e Doutor em História pela Universidade Estadual Paulista – UNESP (2004). Docente nos cursos de História e Pedagogia da Fundação Educacional de Fernandópolis (FEF). Coordenador do curso de História (FEF).

 

 

pdf

 


 


 

Distribuição e concentração da riqueza com base em inventários post mortem na presença de casos de riqueza líquida negativa

 

Agnaldo Valentin, José Flávio Motta, Iraci del Nero da Costa (Brasil) 

 

Resumo: Analisamos a distribuição e concentração da riqueza concernente a 678 inventários de duas localidades do Vale do Ribeira paulista (Iguape e Xiririca), abertos entre 1800 e 1880. De início, distinguimos a distribuição da riqueza bruta (soma de todos os bens e haveres pertencentes ao inventariado) e da riqueza líquida (riqueza bruta, deduzidas as dívidas passivas). Este segundo padrão realoca a posição de 64% dos patrimônios, destacando-se cerca de 10% cuja riqueza líquida revelou-se negativa. Utilizando como referência a atividade econômica vinculada ao inventariado, avaliamos o impacto do uso das duas medidas na distribuição da riqueza e propusemos a utilização de um índice de Gini que possibilita a incorporação destes valores negativos. Palavras-chave: Distribuição da riqueza; Medidas de concentração da riqueza; Índice de Gini; Riqueza líquida negativa; Inventários post mortem.

 

Abstract: We analyze the distribution and concentration of the wealth in 678 inventories of two localities (Iguape and Xiririca) of the Valley of Ribeira, São Paulo, opened between 1800 and 1880. From beginning, we distinguish the distribution of the rude wealth (adds of all the goods and to have pertaining to the inventoried) and of the liquid wealth (rude wealth deduced the passive debts). This as standard places the position of 64% of the patrimonies, being distinguished about 10% whose liquid wealth showed negative. Using as reference the economic activity tied with the inventoried one, we evaluate the impact of the use of the two measures in the distribution of the wealth and consider the use of the Gini coefficient that makes possible the incorporation of these negative values. Key words: Wealth distribution; Wealth concentration measures; Gini coefficient; Negative liquid wealth; inventories.

 

Agnaldo Valentin: Professor Doutor da Escola de Arte, Ciências e Humanidades – EACH da Universidade de São Paulo (Brasil). José Flávio Motta:  Professor Livre-docente da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo – FEA-USP e do Programa de Pós-Graduação em História Econômica da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (Brasil). Iraci del Nero da Costa: Professor Livre-docente aposentado da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (Brasil).

 

 

pdf

 


 


 

Entre cor e hierarquia: apontamentos sobre ascensão social de mulatos e a carreira militar no Brasil da primeira metade do século XIX.

 

Letícia Rosa Marques (Brasil)

 

Resumo: Este estudo tem como objetivo refletir sobre a atuação de mulatos no Rio Grande do Sul do início do século XIX e alguns dos caminhos trilhados por esses indivíduos, dentre eles, a carreira militar. Desta forma, fundamentando-se principalmente na historiografia e em correspondências da época, pretende-se estudar os pequenos, mas existentes espaços de circulação e ascensão social encontrado por mulatos, no qual a cor se apresentaria como um critério importante, mas não decisivo de acesso à elite na primeira metade do Brasil no período Imperial. Palavras – Chave: Rio Grande do Sul; mulatos; ascensão social; carreira militar.

 

Abstract: This study aims to reflect on the role of mulattoes in Rio Grande do Sul in the early nineteenth century and some of the paths taken by these individuals, including military careers. Thus, basing mainly on historiography and correspondence of the time, we intend to study the small but existing circulation spaces and social mobility experienced by mulattoes, in which color would act as an important, but not decisive criterion access to the elite in Brazil in the first half of the Imperial period. Key - Words: Rio Grande do Sul; mulattoes; social mobility; military career.

 

Letícia Rosa Marques: Mestre em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em História da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e bolsista CNPq. E-mail: leti_rmarques@yahoo.com.br

 

 

pdf

 


 

 

 

Manumisiones de esclavos en Buenos Aires (1600-1670)

 

Miguel Á. Rosal (Argentina)

 

Resumen: El presente avance forma parte de un proyecto de investigación sobre los africanos y afrodescendientes de Buenos Aires durante el siglo XVII: la trata negrera, las formas de vida, la religión y la cultura. Para realizarlo se han revisado en el Archivo General de la Nación los primeros 40 tomos de las Escribanías Antiguas (1584-1756), correspondientes a las primeras nueve décadas de vida del repoblado puerto, teniendo en cuenta que la segunda fundación de la ciudad de Buenos Aires data de 1580. En síntesis, hemos recolectado la información pertinente a través de testamentos y cartas de libertad -gratuitas y pagadas- explorando así las diferentes modalidades que adoptó la manumisión de esclavos porteños.

 

 

pdf

 



 

O porto carvoeiro na formação do complexo carbonífero catarinense: a disputa entre Laguna e Imbituba.

 

Fabio Farias de Moraes, Alcides Goularti Filho (Brasil)

 

Resumo: O objetivo do texto que se segue é o de analisar como se deu a opção de escolha do porto de Imbituba para definição do porto carvoeiro em Santa Catarina, em detrimento ao porto de Laguna. Para compreender como se deu essa opção o texto se propõe entender as condições materiais nas quais essa opção foi feita. Estas são bastante adversas ao desenvolvimento pleno da acumulação capitalista no Brasil, sem capacidade endógena de reprodução. A ausência de políticas portuárias globais a costa brasileira e a reduzida capacidade de investimentos vultosos do capital nacional significavam sérias restrições orçamentárias e lentidão das obras, quando eram feitas. Neste meio, os portos de laguna e Imbituba disputavam entre si a preferência dos recursos públicos e benefícios estatais. No período da disputa, entre o final do século XIX e a primeira metade do século XX, Laguna se manteve como porto público, enquanto Imbituba, inicialmente sob o comando particular, foi encampado entre 1942 e 1946. O texto está dividido em três partes: o surgimento do porto de Imbituba e o início da disputa; as obras no porto de Imbituba: mais uma vez a disputa; e a definição do porto carvoeiro.

 

Palavras-chave: Carvão. Complexo Carbonífero Catarinense. Portos. Laguna. Imbituba.

 

Fabio Farias de Moraes: Mestre em Geografia pela UFSC, Economista da CIASC - fabio_famo@hotmail.com  Alcides Goularti Filho: Doutor em Economia pela UNICAMP, Professor da UNESC, Pesquisador CNPq – alcides@unesc.net

 

 

pdf

 


 

 

O Uruguai blanco: a divisão política uruguaia e a autonomia do Partido Nacional frente ao governo de Montevidéu. (1902 – 1904).

 

DOBKE, Pablo. PADOIN, Maria Medianeira.(Brasil)

 

 

Resumo: O presente artigo tem como objetivo uma breve amostragem acerca da autonomia política característica ao Partido Nacional no que antecede a Revolução uruguaia de 1904, comandada pelo caudilho blanco Aparício Saraiva. Pondo em destaque as participações de chefes políticos dos Departamentos de Cerro Largo, Rivera e Treinta y Três; Departamentos que para o governo constitucional uruguaio, então presidido pelo colorado José Batlle y Ordóñez, formavam um outro “país” e que precisava ser eliminado. No artigo, procuramos elencar algumas situações, que devido ao momento conturbado, acabaram por gerar o último conflito armado envolvendo os tradicionais partidos, analisando algumas situações à luz da Nova História Política, abrangendo assim não somente as ações partidárias legais dentro da agremiação, como também a política de cunho marginal na qual os blancos sabiam promover-se muito bem no espaço fronteiriço que divide o Estado Oriental do Estado brasileiro do Rio Grande do Sul.

 

Summary: This article aims at a brief sampling feature about political autonomy to the National Party in Uruguay before the Revolution of 1904 , led by warlord blanco Aparício Saraiva . Highlighting the participation of political leaders from the Departments of Cerro Largo , Treinta y Tres and Rivera; Departments that for Uruguayan constitutional government , then headed by colorado José Batlle y Ordóñez , formed another "country" and needed to be eliminated . In the paper, we list some situations, due to that troubled time, eventually generating last armed conflict involving the traditional parties, analyzing some situations in the light of the New Political History, thus covering not only legal party in the actions of the club, as well as policy in which the marginal nature blancos knew promote themselves very well in the border area that divides the Uruguay and brazilian state of Rio Grande do Sul.

 

DOBKE, Pablo: Mestrando do Programa de Pós-Graduação em História, atuando na linha de pesquisa Integração, Política e Fronteira. Universidade Federal de Santa Maria – UFSM. pablo.dobke@gmail.com


PADOIN, Maria Medianeira: Doutora em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul; professora associada ao Departamento de História; professora e coordenadora do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Santa Maria. Orientadora. Universidade Federal de Santa Maria – UFSM.mmpadoin@gmail.com

 

 

pdf

 



 

A colonização açoriana e a fundação de San Carlos

 

Letícia Vieira Braga da Rosa, Claudia Schemes. (Brasil)

 

Resumo: A partir do tema Colonização Açoriana na América do Sul buscou-se analisar a trajetória das famílias açorianas que foram “transportadas” para o sul do Brasil a partir de 1746 e levadas como prisioneiras para o território espanhol em 1763, para fundar a Vila de San Carlos, em Maldonado, Uruguai. Para conhecer a trajetória desses pioneiros adotou-se a abordagem da Sociologia Compreensiva, que sugere compreender os fenômenos históricos a partir dos indivíduos e suas ações sociais. Palavras-chave: Migração; colonização; açorianos.

 

Abstract: Since the Azorean Colonization theme in South America, sought to analyze the families trajectory “transported” to southern Brazil from 1746 carried as prisoners to Spanish territory in 1763, to found San Carlos village in Maldonado, Uruguay. To know these pioneers trajectory, was adopted the Comprehensive Sociology method of approach, that suggests understand the historical phenomena from individuals and their social actions. Keywords: Migration; colonization; azorean.

 

Letícia Vieira Braga da Rosa: Mestre em Processos e Manifestações Culturais (Universidade Feevale/Novo Hamburgo/RS), professora do curso de Comunicação Social da Universidade Feevale.

 

Claudia Schemes: Doutora em História, professora do Mestrado em Processos e Manifestações Culturais e dos cursos de História e Moda da Universidade Feevale, pesquisadora do grupo Cultura e Memória da Comunidade.

 

 

pdf

 



 

“Vivir en cadenas, ¡que triste vivir!, Morir por la Patria, ¡que belo morir!” – o conceito de Pátria nas páginas da imprensa periódica da Província Cisplatina (1821-1828)

 

Murillo Dias Winter  (Brasil)

 

Resumo: O presente trabalho investiga a compreensão e a aplicação do conceito de Pátria na Província Cisplatina (1821-1828) através dos jornais locais.  A imprensa periódica em crescimento se constituía como o principal instrumento de debate e circulação de ideias na região, momento do nascimento do que hoje determinamos como opinião pública. A Província Cisplatina vivia um período de questionamentos sobre o futuro e de instabilidade política, momento marcado pela variedade de posturas, de ideias, de projetos, e, inclusive, de conceitos políticos, pois no mesmo momento a região fazia parte dos projetos de Portugal, posteriormente do Império do Brasil, das Províncias Unidas do Rio da Prata e dos atores locais que defendiam a independência completa. Em termos teóricos, a análise se vale da História dos Conceitos, sobretudo das contribuições de Reinhart Koselleck. Palavras Chave: Imprensa Periódica. História dos conceitos. Pátria. Província Cisplatina.

 

Abstract: The present work investigates the comprehension and application of the concept of homeland in the Cisplatine Province (1821-1828) through local newspapers. The periodical press in growth was constituted as the main tool for discussion and exchange of ideas in the area, moment of birth of what we now determine as public opinion. The Cisplatine Province was experiencing a period of questioning about the future and political instability, period marked by the variety of postures, ideas, projects, and, even of political concepts, for at the same time the region was part of projects Portugal, posteriorly, of the Empire of Brazil, of the United Provinces of Rio de la Plata and the local actors who defended the complete independence. In theoretical terms, the analysis draws on the history of concepts, above all the contributions of Reinhart Koselleck. Key-words: Periodical Press. History of concepts. Homeland. Cisplatine Province.

 

Murillo Dias Winter: Licenciado e mestrando em História pela Universidade de Passo Fundo (UPF), bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). E-mail: murillodiaswinter@hotmail.com.

 

pdf

 

 


 

OS BENZEDORES DE SÃO MIGUEL DAS MISSÕES-RS: ASPECTOS DE MEMÓRIA E IDENTIDADE

 

Juliani Borchardt, Ronaldo Bernardino Colvero (Brasil)

 

 RESUMO: Este artigo visa analisar a prática dos benzimentos no município de São Miguel das Missões através de reflexão e debate relacionadas à memória e identidade.Foram utilizados como subsídio central neste trabalho narrativas orais de benzedores, os quais proporcionaram um entendimento acerca da constituição da ‘figura’ do benzedor e as principais características que compõem suas memórias e as relações sociais que os envolvem de forma individual e coletiva. Como resultado das entrevistas temos uma análise das representações e expressões dessas pessoas que se colocam na sociedade através de um ofício, numa dinâmica de cultura, identidade, legitimação de suas práticas religiosas e suas relações no meio onde vivem. O ofício de benzer, praticado, resignificado e transmitido às futuras gerações, obedece às dinâmicas que necessita para sobreviver e se manter como uma referência cultural imaterial do município de São Miguel das Missões.

 

Palavras-Chave: Memória. Identidade. Benzedores. São Miguel das Missões-RS.

 

ABSTRACT: This composition aim to analyze the blessings practice in the town of São Miguel das Missões, through reflection and discussion about the memory and identity from some practicings. Were used as the main subsidy in this article some healers’ narratives, whereat provide the understanding about the healer’s figure constitution and the mains features that compose his memories and the social relations that involve them individual and collective. As the result about the interviews we have an analysis about the depiction and expressions among the people that are in the society through a craft, on the dynamic culture, identity, legitimation from their blessings practice and relations where they live. The blessing’s craft, practiced, aired to the future generations, obey to the dynamics that necessitate to survive and to keep as an immaterial cultural reference from the town of São Miguel das Missões.

 

Keywords: Memory. Identity. Healers. São Miguel das Missões – RS.


Juliani Borchardt: Bacharel em Administração- Projetos e Empreendimentos Turísticos. Especialista em História, Cultura, Memória e Patrimônio. Aluna do Programa de Pós Graduação em Memória Social e Patrimônio Cultural da Universidade Federal de Pelotas, Bolsista CAPES. Email: juossette@hotmail.com

Ronaldo Colvero: Doutor em História pela PUCRS. Prof.º Adjunto da Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA - Campus São Borja. Professor Efetivo do programa de pós graduação em Memória Social e Patrimônio da Universidade Federal de Pelotas. Email: rbcolvero@gmail.com

 

pdf




El lenguaje piadoso en el valle de Toluca durante el siglo XVII a través del testamento: Una expresión de la religiosidad barroca



Marco Antonio Peralta Peralta (Mexico)





Resumen: El presente artículo tiene dos objetivos. Por un lado, explica parte de la religiosidad novohispana del siglo XVII; en este sentido, se toman como referente histórico, las sesiones tridentinas del siglo XVI y los Concilios Provinciales Mexicanos primero, segundo y tercero celebrados durante la misma centuria, y como referente cultural, la época barroca de la Nueva España. Por el otro lado, argumenta la relevancia de los testamentos como fuentes históricas para el análisis del imaginario religioso y del lenguaje barroco de época. El objeto de estudio es la sociedad del valle de Toluca, vista a través de las cartas testamentarias redactadas durante el siglo XVII, las cuales se encuentran, hoy en día, en la Notaría No.1 de la ciudad de Toluca.

Palabras clave: religiosidad popular, cultura barroca, lenguaje piadoso, valle de Toluca, Testamento

 Abstract: This article has two objectives. On one hand explain a part from the XVII century novohispanic religiosity; in this sense, take as historical reference the Tridentine sessions of the XVI century and Provincials Mexican Councils first, second and third which celebrated during the same century, and as cultural reference, the baroque period from de New Spain. For the other hand, the article argues the relevance of the testament like a historical source to the analysis of the religious imaginary and the baroque language. The study object is the society of the village of Toluca, view across the wills written during the century which are today in the Notary No. 1 from the Toluca city.

Key words: popular religiosity, baroque culture, pious language, village of Toluca, Testament.


Marco Peralta: Licenciado en Historia por la Facultad de Humanidades de la Universidad Autónoma del Estado de México, profesor adjunto del seminario de investigación Etnohistoria de las estructuras sociales y culturales del centro de la Nueva  España del 2009 al 2012 en la Facultad de Humanidades. Actualmente, alumno del posgrado en Estudios Históricos de la Universidad Autónoma de Querétaro.

 

 

pdf

 


Afroargentinos, guerra y política, durante las primeras décadas del siglo XIX. Una aproximación hacia una historia social de la revolución


Florencia Guzmán (Argentina)


Resumen: ¿Qué sabemos de la participación de las legiones negras en las primeras décadas revolucionarias? ¿Qué conocemos de sus derivaciones de integración, inclusión y exclusión de la polis? ¿Cómo fue la participación de estos sectores en los procesos de construcción de ciudadanía durante el siglo XIX? ¿Qué significación tuvo para los esclavizados y afrodescendientes la práctica y experiencia patriótica? Si bien, hoy contamos con una visión mucho más compleja sobre la intervención de los afroargentinos en las guerras independentistas, todavía es bastante común encontrar tanto, en las tradiciones patrióticas como en las iconografías revolucionarias, las representaciones de los esclavizados y afroargentinos como “carne de cañón”, con su correlato de muerte y desaparición. Salvo algún reconocimiento guerrero individualizado, éstos siguen siendo evocados como aquellos soldados que tras marchar adelante en las sucesivas guerras pusieron el cuerpo a las balas y cañones enemigos hasta desaparecer. La persistencia de estos imaginarios, que continúan trasmitiéndose cada año, en cada acto escolar, nos invita a revisar el desenvolvimiento y participación de los esclavizados y afrodescendientes en los procesos políticos y sociales de construcción republicana y, al mismo tiempo, nos provoca a debatir conceptualizaciones y a indagar en posibles líneas de investigación.
Palabras claves: afroargentinos, revolución, armas, ciudadanía, social, política


Afroargentinos, war and politics, during the first decades of the nineteenth century. An approximation to a social history of the revolution

Abstract: How much do we know about Black legions´s participations during the first revolutionary decades? How much do we know about its derivations, integration, inclusión and exclusión of the polis? How did these sectors participate in building citizenship during the nineteenth century? What kind of significance did the practice and patriotric experience for the Afro-Argentines have? Indeed nowadays we have a much more complex vision about the participation of the Afro- Argentines in the independence wars than before, it´s still very common to find, in the patriotric traditions and also in the revolutionary iconography, slaves and Afro-Argentines representations as “cannon fodder”, with its correlations of death and disappearance. Even there were some individual warrior recognitions, they are still evoked as those soldiers who put the body to bullet and enemy guns in suceesive wars until they finally disappeared. The persistance of these kind of imaginary, still transmited in each school event despite the years, invites us to look over the development and participation of the African descent enslaved in the political and social processes of Republican´s construction and, at the same time, to discuss conceptualizations, including new reserch line investigations.
Keywords: afroargentines, revolution, wapons, citizenship, political

Florencia Guzmán: Investigadora del CONICET, en el Instituto Ravignani, Unidad ejecutora de doble dependencia UBA/CONICET, florenciaguzman@yahoo.com.ar

 

 

 

pdf

 


 

 

Contribuciones documentales:

Fuentes parroquiales de Quilmes – Índice onomástico de Quilmes. 1era parte.

Dra. Nora Siegrist
(Argentina)

 

 

 

pdf pdf